Estúdio Guto Requena assina projeto buscando reforçar o DNA da marca fintech, criando um ambiente jovem, criativo e tecnológico

Sede do Pravaler pelo Requena / Foto: Fran Parente

Sede do Pravaler pelo Requena

As cores principais da marca assim como alguns objetos que remetem ao universo da educação foram escolhidos para traduzir os valores da empresa no espaço físico. Na recepção, por exemplo, o público é recebido por uma instalação no teto, composta por capelos pretos, cujo desenho é obtido através de processos paramétricos (geração de geometrias através de algoritmos computacionais), remetendo ao gesto de lançar para o alto o chapéu, típico das comemorações de formatura.

Ainda nesse ambiente, o desenho da bancada, constituída por um painel em OSB recortado verticalmente criando um jogo de cheio e vazio, e com uma leve inclinação em uma das extremidades, remete a uma fileira de livros apoiados em uma prateleira.

Atendendo a necessidade do cliente, todas as equipes e o call center compartilham o mesmo andar, propiciando o encontro e a troca entre times que até então sempre estiveram separados, enquanto as salas de reunião e as áreas mais coletivas estão locadas no pavimento superior.

O desenho do layout foi baseado na cultura colaborativa, estimulando formas de trabalho alternativas. Os conjuntos de bancadas de trabalho convencionais são intercalados com lounges compostos por sofás, poltronas, pufes e arquibancadas, voltados para as fachadas e abrindo-se para a vista, interrompendo o visual contínuo das mesas. Junto aos lounges, as salas de reunião fechadas ocupam espaços centrais da laje e tem duas faces inteiras de vidro, garantindo dessa forma uma certa permeabilidade dentro do conjunto.

Painéis de lousa, espalhados pelas paredes, permitem reuniões informais ao longo de toda a laje. Um mirante contemplativo foi proposto para maximizar o aproveitamento da vista sobre o skyline urbano e o Rio Pinheiros.

Elemento fundamental para o bem-estar dos funcionários, a vegetação é presente em grande parte dos ambientes. As salas de reunião em vidro são abraçadas por um sistema de prateleiras que recebem plantas e um móvel com bancos e floreira marca um lado da laje, permitindo que os funcionários possam regularmente olhar para a vegetação, de qualquer lugar da laje, cumprindo um dos princípios básicos da Biofilia.

O core do prédio é revestido por uma marcenaria em madeira OSB, com caráter funcional, recebendo lockers, impressoras e pontos de café. Na parte superior desta marcenaria central foi proposto um painel LED que, além de mostrar números que estimulam o engajamento e o comprometimento no alcance dos resultados para o crescimento da empresa, conta as histórias de sucesso de alunos através de dados visualizados em tempo real. Esse painel de Led que se desdobra por todo ambiente coletivo, carrega a essência digital da empresa.

Os tons neutros da madeira, do piso em carpete cinza e da laje aparente pintada em cinza escuro são quebrados pelas cores principais da marca, presentes nos recortes do piso que demarcam os lounges, nos vidros coloridos das salas de reunião e nas cadeiras das estações de trabalho, personalizadas com as cores do PRAVALER.

O sistema de iluminação identifica as plataformas de trabalho, circulações e confere uniformidade ao ambiente.

O segundo pavimento foi ocupado em parte pelos espaços de descompressão e convívio, com lounges para jogos, arquibancada para apresentações, copa e uma sala de descanso proposta em um segundo mirante com vista para a cidade. O piso vinílico em laranja, cor vibrante da marca, destaca a área lúdica enquanto a marcenaria da copa, em OSB, aquece o ambiente.

As prateleiras recebem plantas que deixam o espaço saudável e visualmente aconchegante, junto com os panos de cortinas em tecido que correm pela fachada. As salas de reunião de diversos tamanhos ocupam a outra parte da laje, permitindo também que visitantes e clientes tenham direto acesso à área do café.

Foi priorizada a escolha de mobiliário nacional, tanto nos móveis corporativos como nos decorativos. Nas áreas coletivas e nos lounges foram propostas peças leves como pufes e cadeiras de varanda, visando a flexibilidade que o espaço requer, possibilitando diversos rearranjos de acordo com as necessidades. Todas as escolhas de projeto foram pautadas
pela busca por soluções mais sustentáveis e com menor impacto ambiental.

Contato:
Guto Requena Estúdio
(11) 3081 2974
https://gutorequena.com/