Além de tornar os espaços comerciais de beleza mais funcionais, o projeto de arquitetura e decoração traz personalidade e posicionamento à marca. Dessa forma, consegue-se ainda construir uma imagem junto aos clientes
Beleza

Barbearia projetada pela arquiteta Estela Netto

Em 2015, de acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o segmento de beleza, (drogarias, perfumes e cosméticos) teve aumento de 3% em relação ao ano anterior em todo o Brasil. Na capital mineira, Belo Horizonte, o aumento foi ainda maior: 9,2%.

Diante deste cenário animador, empresários dos ramos de beleza e estética passaram a investir mais na arquitetura de seus negócios. Uma maneira de tornar esses espaços mais práticos, bonitos e agradáveis e, assim, atrair ainda mais clientes. “Esses comerciantes têm entendido a transformação do estabelecimento comercial como forma de melhoria, receptividade e valorização do produto”, comenta o arquiteto de designer de interiores Cioli Stancioli.

A arquiteta Estela Netto destaca quais benefícios o projeto arquitetônico agrega aos ambientes comerciais: “O layout contribui para a formação de uma identidade visual e para a imagem que a marca quer construir junto aos seus clientes. Além disso, facilita o funcionamento da empresa, agregando funcionalidade”.

Beleza

Projetada pela arquiteta Estela Netto, essa barbearia tem uma decoração masculina e cheia de personalidade

A profissional trabalhou recentemente em um projeto de uma barbearia e descreve como chegou ao layout final do espaço: “O ponto alto foi uma pesquisa profunda de obras correlatas nos E.U.A, Europa e algumas cidades brasileiras. Essa pesquisa foi feita em conjunto com os proprietários e, assim, construímos a imagem ideal para a empresa. Trabalhamos ativamente no branding desse negócio”.

Estela define o projeto da barbearia como completo: “É um projeto que tem tudo. Desde área de espera, para lanches e bebidas, espaço gourmet, para jogos, área de barbeiros, salas para noivos, banheiro até sala de massagens. Por meio de possibilidades arquitetônicas foram criados recursos para atingir de maneira mais eficaz seus clientes”, comemora o resultado.

Beleza

Neste salão, o arquiteto Cioli Stancioli mesclou elementos antigos (que fazem referência a arquitetura da casa) com outros superatuais trazendo identidade ao projeto comercial

Cioli também trabalhou bastante para revitalizar um instituto de beleza, sediado em um casarão de 1913. “A ideia foi preservar a história do local em sua fachada e mesclar elementos antigos com outros modernos. Dessa forma, o espaço não perderia sua identidade e ganharia ares atuais e ainda mais beleza”, explica Cioli.

O arquiteto salienta as alterações realizadas no instituto de beleza que fizeram toda a diferença para a valorização da marca: “A remoção de uma parte do teto do primeiro pavimento trouxe conforto e um pé direito generoso, o qual, aliado a uma iluminação acertada, auxilia o trabalho minucioso realizado neste reduto da beleza. Além disso, revestimentos de parede em tons terrosos, mobiliário moderno mesclado a peças clássicas e uso do couro e tecidos nobres marcam todo o requinte do lugar”, finaliza.

Serviço:
Cioli Stancioli / (31) 2551-2114 / www.cioliarquitetura.com.br
Estela Netto /  (31) 3264-6427 / www.estelanetto.com.br