Há mais de 100 anos inovando em mobiliários com design, a multinacional norte-americana Herman Miller acredita que sentar-se é sempre o meio para um fim. É sentado que estamos quando precisamos lançar uma ideia nova, resolver um problema ou compartilhar uma história. Por isso projeta cadeiras que apoiam as pessoas, que ajudam em seus movimentos, com superfícies que se ajustam à forma de cada um e com suporte que possibilita manter o corpo na melhor postura.

O portfólio de cadeiras corporativas da Herman Miller faz história. Dentre os clássicos, a cadeira Aeron, um ícone reconhecido em todo o mundo, já fez parte do acervo do MoMa de Nova York e recebeu o prêmio Business Week como “Design da Década de 90”; as cadeiras Mirra e Mirra 2, assinadas pelo Studio 7.5, de Berlim e também a Sayl Chair, assinada por Yves Behar e inspirada na Golden Gate de São Francisco (USA). Agora, além da versão tradicional, a Herman Miller também lançou a versão Banquetas das cadeiras Sayl, Mirra 2 e Caper.

Versáteis, as cadeiras em formato de bancos são ideais para salas de reunião e espaços de discussões e colaboratividade dentro das empresas. E para completar, carregam consigo os mesmos atributos das versões tradicionais. Veja abaixo uma descrição de cada modelo.

BANQUETA MIRRA 2: Projetada pelo Studio 7.5, de Berlim, a Mirra 2 é uma resposta à evolução do trabalho e das pessoas no ambiente corporativo. Foi construída com base nos mesmos princípios de seu modelo original campeão de vendas, porém, completamente reprojetada dos rodízios até as extremidades. O resultado é uma cadeira mais elegante, mais leve e mais responsiva, que se move com a pessoa e oferece um suporte dinâmico, mesmo ao mais leve movimento do usuário. A Mirra 2 Butterfly Back, com sua resposta excepcional e sensação intuitiva, é resultado da invenção de um novo método que mescla uma camada de tecido com veias de polímero que criam uma estrutura de suporte inteligente. A estrutura híbrida oferece apoio dinâmico e mantém o corpo em um alinhamento ergonômico e saudável.

BANQUETA SAYL: Assinada pelo designer Yves Behar, que se inspirou na ponte Golden Gate (EUA) para desenhá-la, a cadeira Sayl traz uma abordagem Eco-Desmaterializada. Ou seja, o designer buscou remover qualquer coisa que não fosse necessária ao mesmo tempo em que entregava um alto nível de desempenho e estética. No quesito sustentabilidade, o processo de eliminação teve outro efeito benéfico: reduzir o impacto sobre a Terra. A Sayl possui, ainda, o 3D Intelligent Suspension, sistema que permite que ela se adapte às formas e movimentos de seus usuários, dando suporte adequado. Tem o primeiro encosto de suspensão completo, sem armação, e não possui extremidades duras. Além disso, é 93% reciclável.

BANQUETA CAPER: Assinada pelo designer Jeff Webber, a família Caper representa uma categoria de cadeiras leves e coloridas, ideais para escritórios e casas. As Caper Chairs, 100% recicláveis, podem ser movidas com facilidade e combinam com os mais diversos ambientes, mas principalmente indicadas para aqueles que buscam mobilidade e conforto no ambiente de trabalho ou no home-office. A cadeira é leve – pesa apenas 9,5kg – e pode ser empilhada. Está disponível no mercado em versões com ou sem braços. São feitas de plástico moldado e flexível, com resistência e conforto extra. Além disso, seu assento tem a opcional de vir no material Flexnet, uma tela resistente e ventilada que aumenta o conforto e distribui o peso uniformemente na cadeira.

Fundada em 1923 por D.J. De Pree, em Michigan (EUA), a Herman Miller tem sua trajetória firmada sobre a criatividade e o pioneirismo. Suas práticas empresariais inovadoras e seu compromisso com a responsabilidade social a estabeleceram como uma empresa reconhecida como a ‘marca do bom design’.

Serviço:
Herman Miller
(11) 4061-1011
hermanmiller.com.br