Tecnologias ecoeficientes reduzem em até 75% o consumo de energia dos elevadores.

ThyssenKrupp

Serão 24 elevadores e duas escadas rolantes no Comercial Multi de Brasília

A busca por eficiência energética nas edificações vem ganhando cada vez mais espaço dentro da construção civil brasileira. Segundo o relatório do Green Building Council, o Brasil está entre os quatro países que mais possuem obras com certificação LEED. São mais de 1.100 projetos buscando a certificação, englobando mais de 32 milhões de m² brutos de espaço LEED.

O conceito green building é a base do empreendimento Comercial Multi, projeto da Construtora e Incorporadora Multi, em Brasília (DF). A obra atende aos requisitos da certificação Procel Edifica, do Governo Federal, que promove o uso racional de energia elétrica nas edificações desde a fundação.

O Comercial Multi terá a classificação nível A, o que atesta o alto nível de eficiência energética do empreendimento. Previsto para ser entregue em julho de 2019, o empreendimento reúne quatro torres em 120 mil m² de área construída, além de anfiteatro e centro de convenções. O projeto leva a assinatura do arquiteto Carlos Bratke, ícone da arquitetura paulistana, com mais de 60 edificações na região da Berrini, zona sul da capital paulista.

Para contemplar a temática sustentável do empreendimento, a thyssenkrupp disponibilizou “tecnologias verdes” que garantem a eficiência energética do projeto. São 24 elevadores e duas escadas rolantes que reduzem o consumo de energia, ampliam a capacidade de tráfego e geram energia para os edifícios.

Presente no One World Trade Center de Nova Tork (EUA), o sistema regenerativo de energia é uma das tecnologias especificadas para o Comercial Multi. Com ele, o prédio pode utilizar parte da energia devolvida pelo elevador durante seu funcionamento, resultando em até 35 % de economia de energia.

Referência para empreendimentos ecoeficientes, as máquinas sem engrenagem com imãs permanentes também integram o projeto. Além de melhorarem o desempenho do motor, proporcionam uma economia de energia de até 30% em comparação com os elevadores convencionais e ainda dispensam o uso de óleo lubrificante, reduzindo o risco de vazamento e o descarte inadequado. O uso de lâmpadas LED na iluminação das cabinas é outro atributo sustentável dos elevadores. Com essa tecnologia é possível reduzir o consumo de energia em 75%, em comparação com as lâmpadas convencionais.

As duas escadas rolantes do modelo Velino completam o portfólio de equipamentos que contemplam o conceito green building do projeto. O diferencial é o sistema de inversor de frequência de velocidade, que mantém as escadas em modo stand by, ou seja, praticamente paradas quando não estão em uso, economizando até 30% de energia. As escadas rolantes possuem capacidade de transporte para até 9 mil pessoas/hora e velocidade de 0,5 metro por segundo.

Para proporcionar mais comodidade e agilidade no transporte vertical dos futuros frequentadores do empreendimento, os elevadores contarão com o ADC XXI – Sistema de Antecipação de Destino e Chamada. Esta tecnologia impacta positivamente no tráfego de pessoas, diminuindo o tempo de espera e de viagem. A lógica do sistema está na informação sobre o andar de destino que é informada antes do passageiro entrar no elevador. Assim, o ADC XXI consegue agrupar no mesmo elevador pessoas que vão para o mesmo andar ou próximos, evitando paradas desnecessárias e viagens mais rápidas.

E para conferir um toque especial no acabamento do projeto, as cabinas são da linha New Art Collection, que oferece ao cliente diversas possibilidades para personalizar e decorar o elevador. No Comercial Multi, o material escolhido é o aço inoxidável polido, que apesar de tradicional, passou por uma renovação para a linha, agregando sofisticação e beleza aos elevadores.

Serviço:
ThyssenKrupp
(11) 5105-7555
thyssenkrupp-brazil.com/pt-br