Arquiteta Marina Debasa fala sobre projetos comerciais para joalherias

JoalheriasJoalherias costumam ser lojas incríveis, com visual belo, moderno e arrojado. A beleza, na maioria das vezes, se deve às joias colocadas em exposição. E, para que tais joias continuem embelezando a loja, ter um projeto comercial para joalheria desenvolvido por um profissional pode fazer toda a diferença.

A arquiteta Marina Debasa, sócia do escritório de arquitetura Arquitetude, explica que, apesar das joalherias terem uma beleza sem igual, neste tipo de loja, a segurança vem em primeiro lugar.

“Lojas de joias são muito visadas por assaltantes, principalmente as de rua. Por isso, um projeto de arquitetura comercial para joalheria deve priorizar também a segurança tanto das peças, quanto dos clientes e dos funcionários”.

Para tanto, Marina indica o uso de vidros blindados, expositores com tranca, câmeras de segurança e, quando possível, a presença de seguranças treinados no local.

“Tudo deve ser pensado para destacar o produto, mas também dar segurança aos consumidores que circulam no local. Além disso, ter um bom sistema de segurança pode agregar valor à loja, dando a impressão de que as peças são muito valiosas”. Ela lembra também que ter o balcão para pagamentos e embalagens no fundo da loja pode inibir a ação de bandidos.

Junto à segurança, também é importante pensar em como a loja será estruturada e decorada. Para destacar as joias, a arquiteta recomenda o desenvolvimento de um projeto de iluminação eficiente.

“A iluminação pode contribuir para fazer as joias brilharem mais, chamando ainda mais atenção dos consumidores. No entanto, é preciso ter uma iluminação adequada. A utilização da luz errada pode causar o desgaste e desbotamento das peças, acarretando grandes perdas”, lembra Marina.

Outro ponto importante nos projetos comerciais de joalherias são os espelhos, que cooperam não só com o visual da loja, como também podem melhorar a iluminação e a segurança.

“Geralmente, quem vai a uma joalheria quer ver como a peça ficou antes de comprá-la. Por isso, espelhos são essenciais”, explica a arquiteta.

Ter alguns espelhos móveis com iluminação embutida é uma ótima opção, além daqueles que são utilizados nas paredes para ampliar o espaço visualmente. Eles refletem as luzes, melhorando muito a iluminação, e permite a quem está dentro da loja ver o entorno com mais facilidade.

Marina finaliza dizendo que unir a arquitetura comercial com a segurança é importante para o sucesso das joalherias, mas que ter peças de ótima qualidade e que se destacam também é fundamental.

“Quando pensamos em uma joalheria, não queremos lembrar de câmeras e seguranças, mas de belas peças expostas. E é exatamente isso que um bom projeto de arquitetura comercial pode fazer pela loja”.

Serviço:
Arquitetude
(21) 3417-0551
http://arquitetude.com.br