Projeto de modernização do Centro Integrado de Oncologia pelo CABE Arquitetos, em parceria que promove avanços contínuos no espaço físico da Oncologia não hospitalizada

CABE Arquitetos

A expertise da CABE ARQUITETOS, na área de saúde, se consolida em mais um projeto entregue: a criação e revitalização de ambientes, para proporcionar mais aconchego e novas experiências aos pacientes da Oncologistas Associados – Centro Integrado de Oncologia, uma referência no tratamento de câncer em São Paulo.

Diante da realidade que os pacientes oncológicos enfrentam, com momentos de fragilidade e angústia, sempre surge o desafio de como tornar os ambientes mais acolhedores. Partindo deste ponto, a equipe da CABE desenvolveu soluções práticas e harmônicas, dentro do conceito da arquitetura integrativa, que se associa a filosofias e artes ancestrais nascidas da observação, estudo e compreensão da natureza.

Um dos destaques do projeto foi a criação de um jardim interativo e sensorial. O espaço, com 160 m2, fica bem no centro da clínica. Todas as outras salas se integram a essa área verde, que oferece diversas espécies de vegetação, aromas, cores, formas e texturas, árvores frutíferas e ervas, a todos que acessam o local, seja para relaxar, contemplar a natureza ou mesmo interagir com ela. O contato com as plantas, pássaros e a luz natural revigoram e auxiliam nos processos de relaxamento que são extremamente importantes durante o tratamento.

“O trabalho interativo da arquitetura com o Centro Integrado de Oncologia nos possibilita o aprofundamento no contexto da clínica oncológica, para modelar novos espaços e criar ambientes cada vez mais empáticos, possibilitando maior contribuição da arquitetura no tratamento do paciente oncológico”, explica Marcos Cardone, arquiteto e sócio-diretor da CABE.

Acreditação – O bem-estar, conforto e acolhimento foram pensados em todos os detalhes do projeto de revitalização do Centro de Oncologia. As estações de enfermagem, por exemplo, foram posicionadas a fim de garantir agilidade no atendimento e ampla visualização dos pacientes.

O fluxo foi estudado para oferecer rapidez nos procedimentos, produtividade aos colaboradores e também segurança e conforto a todos que compartilham os serviços da clínica.

As salas interiores são naturalmente iluminadas e confortavelmente mobiliadas, com várias possibilidades: poltronas coletivas, boxes individuais ou quartos privativos, com mesas que possibilitam que os acompanhantes possam trabalhar ou exercer outra atividade enquanto aguardam o tratamento do paciente. Todos os ambientes têm vista para o jardim sensorial.

Para Rovane de Paula, diretora administrativa do Centro Integrado de Oncologia, a proposta da equipe CABE soube traduzir perfeitamente a política e qualidade de serviços oferecidos pelo centro médico.

Essa modernização contribuiu para o processo de Acreditação no nível máximo. “A excelência do corpo clínico sempre foi um diferencial, que agora agrega um jardim sensorial, único em ambientes de saúde no país”, ressalta a diretora.

Parceria consolidada – Há mais de 20 anos, a unidade de 950 m2, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, oferece um atendimento diferenciado, em um trabalho que alia os recursos mais avançados da medicina a um cuidado com o conforto e as necessidades dos usuários.

Esta parceria com a CABE acontece desde 2013, num trabalho contínuo de estudo e adequação dos espaços, para inovar e criar ambientações diferenciadas e à medida que a ciência avança.

Célia Bertazzoli, arquiteta responsável pelo projeto e sócia-diretora da CABE, destaca que a arquitetura desempenha um papel importante no espaço físico da oncologia não hospitalizada.

“O trabalho é sempre desafiante, pois é preciso reformar os espaços com critérios bastante rigorosos, sem abrir mão da humanização e funcionalidade. Além deste conhecimento e domínio técnico, exige um amplo envolvimento com saúde e uma boa dose de sensibilidade”, destaca a arquiteta.

Contato:
Cabe Arquitetos
(11) 5589-5199 / 5584-5277
https://www.cabearquitetos.com