Projeto de brechó utiliza-se do conceito de consumo consciente tanto no formato do negócio, quanto na concepção dos espaços

Brechó sustentável de Ana Johns

No último dia 29 de julho/19 o planeta atingiu o limite de produção natural para atender as demandas deste ano. Ou seja, os recursos naturais explorados a partir de agora, já estão roubando o estoque de 2020. Ações que visam poupar o meio ambiente podem ser realizadas nas mais diversas esferas da sociedade e, com atitudes pequenas, pode-se retardar um colapso global.

Neste sentido, o projeto realizado pelo escritório Ana Johns Arquitetura é sustentável em dois aspectos: primeiro por se tratar de um brechó – formato de negócio que incentiva o consumo consciente; segundo por apresentar diversas soluções na criação dos ambientes que dispensaram a aquisição de novas peças e deram uma sobrevida para itens já existentes. Leia+Mais→